O pré-candidato de Monte Alegre Severino Rodrigues herdará os votos de Norma Ferreira e Kerinho Alves? 3 desafios da campanha do Mdbista

(Foto Internet)

A menos de um ano para as eleições municipais, o MDB oficializou o ex-prefeito da cidade de Monte Alegre Severino Rodrigues, como principal nome da oposição em São José de Mipibu, reduzindo a cabos eleitorais, importantes nomes, a exemplo de Norma Ferreira e Kerinho Alves – figuras políticas que de acordo com o resultado da última disputa eleitoral realizada em 2020, foram detentoras de 10.448 (44,35%) dos votos válidos.

Levando em consideração as informações acima, é conveniente perguntar: será que o Ex-prefeito da cidade de Monte Alegre Severino Rodrigues, conseguirá herdar os votos da oposição atrelado a seus dois principais cabos eleitorais? Separei três pontos a serem observados – que na verdade são desafios pelo qual Severino Rodrigues encontrará pela frente.

No âmbito da disputa pelo cargo de chefe do poder Executivo Municipal, é notório que o engajamento e desempenho politico eleitoral, exija do postulante ao cargo um discurso pautado em ações relevantes em beneficência a população. Esse é o primeiro ponto a ser observado, pois, nesse sentido, entende-se que o Ex-prefeito de Monte Alegre Severino Rodrigues, encontrará dificuldades nas palavras pelo fato de nunca ter implementado uma política pública como ferramenta de mudança progressiva em benefício da população mipibuense, portanto, na condição de homem público, o pré-candidato do MDB, não tem nenhuma obra ou serviço público realizado no Município de São José de Mipibu.

Um segundo ponto que merece ser observado, faz referência direta a historicidade política do Município. A população mipibuense oferece uma ampla e compreensível rejeição, a candidatos denominados popularmente ” forasteiros;” no caso do pré-candidato Severino Rodrigues, se trata de um cidadão de origem distante, pertencente a cidade vizinha.

Durante as eleições de 2020, o Ex-prefeito Arlindo Dantas, elegeu seu sucessor José Figueredo Varela, com um percentual invejável de votos válidos, fator histórico, no entanto, provável de acontecer, pois, o propenso ao cargo se tratava de um Ex-vereador, Ex-vice Prefeito e Ex-secretário Municipal, portanto, o atual gestor público carregava consigo um perfil aceitável ao olhar popular, não somente pela existência da lógica de aceitação política, mas também pela ideologia populacional, que rejeitou em 2004, o nome de Valdemar Abrantes, natural do Pernambuco, do Município de Catolé do Rocha, também indicado pelo Ex-prefeito Arlindo Dantas.

Não sabemos ainda o mote da campanha do MDB para 2024. Mas, um terceiro ponto nos remete a ideia de que o Ex-prefeito da vizinha Monte Alegre precisará convencer a população de que a escolha do seu nome possibilitará melhorias na administração pública, para isso, é evidente que o pré-candidato Severino Rodrigues terá um grande desafio pela frente, tendo que encontrar métodos para driblar os ataques de adversários sobre a questão dos royalties, sentenças condenatórias e escândalos que envolvem sua vida pública com supostas acusações.

Colaborador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *