Polícia apreende “maconha gourmet” para clientes vip na Grande SP

Um traficante foi preso em flagrante nesta segunda-feira (23/10), em Osasco, na Grande São Paulo, por vender “maconha gourmet” para consumidores de elite de Alphaville, bairro rico de Barueri. Segundo uma tabela apreendida pela polícia, um saquinho com 50 gramas de um dos tipos da erva custava até R$ 2.000 — R$ 40 por grama.

Segundo a Polícia Civil, uma denúncia levou os agentes até a casa de Nicolas Pereira da Silva, 27 anos, no Jardim Helena Maria, em Osasco. Durante a campana, os policiais notaram uma movimentação intensa de motoboys, o que confirmou a denúncia de que o tráfico era realizado por delivery.

Silva foi abordado pelos policiais quando deixava a casa. Segundo a polícia, ele confirmou que realmente preparava a droga vendida para pessoas de alto poder aquisitivo. Alguns dos tipos, vendidos em latas e chamados “Colômbia Gold” e “Queen Dream”, vinham com a recomendação de consumo imediato.

O traficante afirmou, também, que não mantinha contato pessoal com os compradores, que se comunicavam com ele somente por meio de aplicativos de mensagens. Depois de fechada a venda, a maconha era despachada por motoboys, que faziam a entrega.

Segundo Silva, parte dos clientes fazia o pagamento no momento da entrega, direto aos motoboys. Já a clientela mais fiel pagava por transferência bancária.

Metrópoles

Colaborador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *