Os deputados Kléber Rodrigues e Hermano Morais, não representam o público contrário ao aumento do imposto ICMS

No período eleitoral, é comum encontrarmos conteúdos políticos com teor sarcástico nas redes sociais em forma de posts, memes, vídeos e publicações. Para muitas pessoas é um momento de descontração virtual, por isso, curtem, comentam e compartilham.

Os criadores desses conteúdos engraçados conseguem facilmente transformar assuntos políticos importantes em grandes produções digitais capazes de divertir os seguidores, fazendo com que a seriedade dê lugar a cenosidade e por isso, desdenham, ironizam e ignoram completamente a importância do momento oportuno – que deveria ser aproveitado ao máximo por toda população eleitoral para a observação dos aspectos fundamentais, que na prática permite identificar a representatividade política de determinado candidato.

Nesse contexto, afirmo que precisamos falar seriamente sobre o outro lado da política; de maneira sensata, ajuizada e ponderada, ressalto que precisamos falar sobre o lado político esquecido, ignorado, substituído por momentos descontraídos – me refiro diretamente a responsabilidade enquanto eleitor, cujo poder do voto está sem suas mãos. Iremos tomar como exemplo as recentes ações dos Deputados Estaduais Kléber Rodrigues e Hermanos Morais, no tocante a questão da lei que visa manter a alíquota do ICMS em 20% a partir de janeiro de 2024.

Em 2020, enquanto muitos eleitores dos referidos candidatos se divertiam com conteúdos políticos engraçados nas redes sociais; a informação de que os Deputados Estaduais Kléber Rodrigues e Hermano Morais votaram a favor do aumento do ICMS em 2022, passou desapercebido e provavelmente muitos que não concordam com aumento contínuo de imposto, desprovido de informação, pode ter escolhido os mesmos como seu representante Legislativo Estadual.

Conforme lei aprovada em 2022, a partir de janeiro de 2024 haverá uma redução do imposto ICMS, porém, a história tende a se repetir, tendo mais uma vez como protagonistas, esses dois Deputados Estaduais que formam a base do governo Fátima Bezerra na Assembléia Legislativa, dessa vez, devemos deixar as brincadeiras a parte e focar no que aconteceu essa semana. A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa aprovou parecer pela constitucionalidade da proposta do Governo do Estado de manter em 20% alíquota do ICMS, com o voto favorável de Kléber Rodrigues e Hermano Morais.

Antes de finalizar, não posso deixar de fazer duas afirmações: primeira, isso só está acontecendo devido o público oposicionista ao aumento de imposto, deixar sua responsabilidade de lado e buscar se distrair com conteúdos políticos engraçados, acreditando que campanha eleitoral é para se divertir, ao invés de buscar conhecer a representatividade política de um determinado candidato; segunda, Os Deputados Estaduais Kléber Rodrigues e Hermano Morais, a muito tempo, não representa o público que não aceita o aumento do ICMS.

Colaborador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *