“Desgoverno genocida;” diz Fábio Dantas sobre gestão Fátima Bezerra, após constatar 15h de espera no Walfredo Gurgel por paciente com uma das pernas quebrada

No maior hospital do Rio Grande do Norte, Monsenhor Walfredo Gurgel, paciente em estado grave com uma das pernas quebrada permanece no corredor a espera de atendimento médico por cerca de 15h – denuncia Fábio Dantas.

Notícias como essa, tem se vinculado com notoriedade na imprensa, caracterizando nitidamente o Walfredo Gurgel como um dos maiores problemas enfrentado pela população no âmbito da saúde pública.

Os problemas encontrados no complexo hospitalar são dos mais variados – os registros apontam super lotação, mal atendimento, macas retidas, ambulâncias indisponíveis, paralisação de cirurgias ortopédicas, falta de pagamento a empresas terceirizadas, falta de alimentação, medicamentos, leitos, materiais básicos e déficit no quadro de funcionários.

Em sua rede social, o ex-vice governador Fábio Dantas, demostrou extrema preocupação com a saúde dos potiguares, em uma publicação, constatou 1.810 dias em que o PT está no poder, classificando a administração da governadora Fátima Bezerra como “desgoverno Genocida” – ao tornar público o dilema vivenciado por uma paciente, que segundo ele, aguardava o atendimento por cerca de 15h, com uma das pernas quebrada.

Segundo colocando na disputa pelo Governo do Estado, Fábio Dantas tem se tornado um crítico ferrenho a administração do PT. Os registro ao lado do ex-presidente Jair Bolsonaro, a aproximadade com os defensores da direita Norte- Riograndense, os discursos realizados em podcast e programas de Rádio e TV, tem agradado a massa oposicionista ao atual governo, elevando o ex-vice governador como principal nome da direta em todo o Rio Grande do Norte.

Colaborador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *