Categoria: AUXILIO BRASIL

Governo corta mais de 900 mil cadastros do Bolsa Família

Governo corta mais de 900 mil cadastros do Bolsa Família

O governo Lula da Silva (PT) tem passado um “pente-fino” nas irregularidades de cadastro do programa Bolsa Família. Só até o mês passado, 934 mil beneficiários que diziam morar sozinhos foram cortados. A categoria em questão teve um “boom” de 15% para 27% durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), quando se chamava Auxílio Brasil. Novos cortes devem ocorrer neste mês. Ao todo, 1,2 milhão de cadastros foram bloqueados somente em abril deste ano. Junto com os bloqueios, houve a solicitação de prestação de informações adicionais. A previsão é que novos cortes ocorram ainda em agosto, de acordo com nota do Ministério do Desenvolvimento e

RN tem mais de 22,4 mil bloqueios no Bolsa Família

RN tem mais de 22,4 mil bloqueios no Bolsa Família

A Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (SENARC), cancelou 22.240 benefícios do Bolsa Família  – antigo Auxílio Brasil – no RN em 2023, de acordo com Relatório de Avaliação da CGU  de março deste ano. O número representa cerca de 4,44% dos beneficiários no Estado, dos  cerca de 500,3 mil totais, levando como base a quantidade de famílias usuárias divulgada pelo Governo Federal em setembro de 2022. Os cancelamentos correspondem a 19,7 mil famílias cuja renda era superior ao exigido para obtenção do benefício e 2,5 mil por desatualização cadastral superior a dois anos. Ainda segundo relatório, a atuação da

AUXÍLIO BRASIL ::: QUEM NÃO SE ENQUADRA TERÁ A OPORTUNIDADE DE SAIR SEM SOFRER PENALIDADES, MAS QUEM INSISTIR EM FICAR PODERÁ SOFRÊ-LAS

AUXÍLIO BRASIL ::: QUEM NÃO SE ENQUADRA TERÁ A OPORTUNIDADE DE SAIR SEM SOFRER PENALIDADES, MAS QUEM INSISTIR EM FICAR PODERÁ SOFRÊ-LAS

“Vamos reformular com muito diálogo o Bolsa Família. E sei que, na situação em que se encontra, não é uma tarefa simples. Vamos fazer a atualização do Cadastro Único”, explicou. “Nada de pente-fino. Eu tenho 60 anos e sou do tempo do piolho. Pente-fino é para tirar piolho do cabelo, mais jovens nem sabem o que é isso. É política pública bem feita o que vamos fazer. Retomar integração com estados e municípios, com os parceiros da área social”, completou. Em 2022, ano eleitoral, foram inseridos milhões de novos cadastros no Auxílio Brasil, programa da gestão Jair Bolsonaro. Um problema

Auxílio Brasil é pago a beneficiários com NIS de final 7

Auxílio Brasil é pago a beneficiários com NIS de final 7

É a terceira parcela com o valor mínimo de R$ 600, que vigorará até dezembro A caixa Econômica Federal começou a pagar ontem (20) a parcela de outubro do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 7. É a terceira parcela com o valor mínimo de R$ 600, que vigorará até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada em julho pelo Congresso Nacional. A emenda também liberou a inclusão de 2,2 milhões de famílias no Auxílio Brasil. Com isso, o total de pessoas atendidas pelo programa subiu para 20,65 milhões. O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor

Consignado do Auxílio Brasil acumula 2 mil reclamações uma semana após ser liberado

Consignado do Auxílio Brasil acumula 2 mil reclamações uma semana após ser liberado

O Idec afirma haver denúncias de assédio dos bancos e prática de venda casada Na primeira semana de operação do crédito consignado do Auxílio Brasil, mais de 2.000 reclamações foram relatadas por beneficiários do programa que têm direito ao empréstimo, segundo levantamento feito pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) com base em relatos em redes sociais, no YouTube e em canais oficiais. O instituto afirma haver denúncias de assédio dos bancos e prática de venda casada. A liberação das contratações do consignado foi autorizada a menos de três semanas do segundo turno das eleições e é usada como

Caixa libera empréstimo do Auxílio Brasil nesta terça, com juros de 3,45% ao mês

Caixa libera empréstimo do Auxílio Brasil nesta terça, com juros de 3,45% ao mês

Ao lançar a linha de crédito, a Caixa planeja orientar os interessados sobre a possibilidade de usar os recursos para abater outras dívidas mais caras, como cartão de crédito, cheque especial ou outros financiamentos com taxas de juros mais elevadas. A Caixa Econômica Federal vai começar a oferecer o empréstimo consignado do Auxílio Brasil nesta terça-feira (11), mesmo dia em que inicia o calendário de pagamentos do Auxílio Brasil e do Vale-Gás de outubro. Os interessados poderão contratar o crédito com 24 parcelas de até R$ 160 mensais. A taxa de juros será de 3,45% ao mês -um pouco abaixo

Beneficiários com NIS final 3 recebem hoje Auxílio Brasil

Beneficiários com NIS final 3 recebem hoje Auxílio Brasil

As datas seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês. Beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) com final 3 recebem hoje (21) a parcela de junho do Auxílio Brasil. O valor mínimo do benefício é de R$ 400. As datas seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês. O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o aplicativo Caixa

Demanda pelo Auxílio Brasil explode e fila já tem 2,78 milhões de famílias

Demanda pelo Auxílio Brasil explode e fila já tem 2,78 milhões de famílias

São 5,3 milhões de pessoas que têm o perfil para receber o benefício e estavam na fila em abril, de acordo com o mais recente mapeamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Os municípios de todo o País contabilizam uma demanda reprimida de 2,78 milhões de famílias para ter acesso ao Auxílio Brasil, programa social do governo Jair Bolsonaro. São 5,3 milhões de pessoas que têm o perfil para receber o benefício e estavam na fila em abril, de acordo com o mais recente mapeamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM). A velocidade do crescimento da demanda reprimida vem surpreendendo

Senado aprova MP com piso permanente de R$ 400 para Auxílio Brasil

Senado aprova MP com piso permanente de R$ 400 para Auxílio Brasil

O texto saiu da Câmara no fim de abril e sofreu alterações antes de chegar ao Senado O senado aprovou hoje (4) a medida provisória (MP) que aumentou o valor mínimo do Auxílio Brasil para R$ 400. O texto torna esse piso permanente. O texto saiu da Câmara no fim de abril e sofreu alterações antes de chegar ao Senado. Agora, a matéria segue para sanção presidencial. A MP enviada pelo governo previa o pagamento desse complemento somente até dezembro desse ano, mas líderes partidários, ainda na Câmara, pressionaram pela mudança. A estimativa é que o governo precise de R$