A atitude de Severino Rodrigues para com os mototaxistas é digna de desprezo e repúdio.

Nós aprendemos a enxergar o interior do ser humano (político), quando observamos atentamente o seu comportamento e optamos por levantar questionamentos contundentes sobre o resultado das ações apresentadas mediante problemáticas existente no cotidiano.

Ao analisarmos atentamente os efeitos pós posicionamento, utilizando-se de argumentações criteriosas e gerando profundas especulações em um confronto direto com o nosso pensamento crítico, alcançamos como consequência positiva a compreensão dos fatos e o entendimento necessário para identificarmos as reais intenções de uma determinada pessoa – sempre quando a mesma decide agir numa causa específica aderindo um posicionamento favorável ou não a assuntos que envolvem a nossa vida social no ambiente familiar, emocional ou profissional.

Os mototaxistas que operam no Município de São José de Mipibu, não passaram de um “trampolim publicitário” para fomentar a pré-campanha do ex prefeito da cidade de Monte Alegre. Minha opinião pessoal é o resultado do raio x, da patética irresponsabilidade de Severino Rodrigues, ao insinuar ter resolvido o problema dos profissionais da moto, publicando em suas redes sociais, informações truncadas sobre a obra realizada pela Prefeitura Municipal, na praça da saudade – um dos locais ocupados pelos mototaxistas durante a digna e importante execução do seu ofício.

Não se trata de infantilidade, uma criança inocente não sabe exatamente qual será o resultado das suas ações, nem mesmo imaturidade, o ex-prefeito da cidade vizinha já se encontra praticamente na terceira idade; esse episódio lamentável e repugnante é político estratégico e não atenta para os sentimentos alheios, se trata expressivamente de um ato leviano, medíocre e paupérrimo. Desprovido de seriedade, respeito e consideração pelos profissionais de duas rodas. Essas são evidentemente, as notáveis características que estão sendo expostas durante o andamento da pré-campanha eleitoral exercida pelo lider Severino Rodrigues e seus cabos eleitorais Norma Ferreira e Kerinho Alves.

A atitude do pré-candidado Severino Rodrigues frente as necessidades dos mototaxistas é digna de desprezo e repúdio. É tripudiar na ignorância dos menos favorecidos, se sentindo superior em inteligência sem se solidarizar com a escassez intelectual dos mais humildes. Não falta adjetivo na língua portuguesa para trazer ao público de maneira escancarada, a hipocrisia encontrada nas ações dos oposicionistas – são políticos dissimulados, farsantes, fingidos e de pensamentos repleto de teorias composta de desonestidade intelectual.

Colaborador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *