RN chega a 19 municípios em situação de emergência por causa das chuvas

Boa Saúde, Goianinha e Jundiá tiveram estado de emergência reconhecido. Número pode aumentar nos próximos dias.

Canguaretama é um dos 19 municípios em estado de emergência — Foto: Reprodução

O Rio Grande do Norte chegou a 19 municípios em situação de emergência por causa das chuvas. De acordo com a Defesa Civil Estadual, os municípios de Jundiá, Boa Saúde e Goianinha se juntaram aos outros 16 que já tinham tido a condição reconhecida na última semana.

O número pode aumentar caso Bom Jesus, no Agreste potiguar, tenha sua situação reconhecida pela administração estadual.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil Estadual, Coronel Marcos Carvalho, para ter o estado de emergência reconhecido, o município precisa atestar que teve danos em três pilares: humano, ambiental e material.

LEIA MAIS:

Comprovada, a situação é reconhecida e os gestores terão, durante esse estado excepcional, condições especiais para a administração pública. Além disso, os municípios poderão solicitar, à União, recursos federais para o enfrentamento dos desastres.

Na prática, o estado de emergência torna mais rápido compras de bens e produtos, além de agilizar contratações de serviços que são utilizados na solução da problemática, neste caso os efeitos das chuvas.

Coordenador da Defesa Civil Estadual confirmou que o número pode aumentar para 20 caso Bom Jesus tenha seu estado de emergência reconhecido. — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi
Coordenador da Defesa Civil Estadual confirmou que o número pode aumentar para 20 caso Bom Jesus tenha seu estado de emergência reconhecido. — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Municípios em estado de emergência no RN:

  1. Natal
  2. Ceará-Mirim
  3. São Gonçalo do Amarante
  4. Macaíba
  5. Parnamirim
  6. Nísia Floresta
  7. Extremoz
  8. Touros
  9. Nova Cruz
  10. Canguaretama
  11. Montanhas
  12. Várzea
  13. Espírito Santo
  14. Pedro Velho
  15. Tibau do Sul
  16. Ielmo Marinho
  17. Jundiá
  18. Goianinha
  19. Boa Saúde

Fonte: G1

Colaborador

Colaborador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.