SECRETÁRIO MUNICIPAL É DEMITIDO POR IR DE PENETRA A CASAMENTO DE LULA

Um homem que foi retirado do casamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com a socióloga Rosângela Silva, a Janja, na quarta-feira (18), era secretário-adjunto da Fazenda e Patrimônio da prefeitura de Itapevi, em São Paulo.

Antônio de Pádua Freitas Moreira Junior foi demitido do cargo na quinta (19), por conta do episódio. Junior, como é conhecido, foi retirado da festa por volta das 23h45.

Procurado pela CNN, o prefeito de Itapevi, Igor Soares (Podemos), confirmou a exoneração pelo fato de o agora ex-servidor ter entrado no casamento de Lula sem ter sido convidado.

“A atitude do ex-servidor da prefeitura de Itapevi não condiz com a postura de um agente público de cargo de confiança. Por estes motivos, foi exonerado na data de ontem, com publicação veiculada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial do Município, da função de secretário adjunto. Defendo que o respeito ao próximo deve ser a premissa de todo cidadão”, afirmou o prefeito em nota

Soares disse ainda “que todo ser humano precisa ser respeitado em seus momentos particulares. E a festa de casamento é uma ocasião especial, reservada para amigos convidados”. Procurado, o PT disse que não comentaria o episódio.

De acordo com a advogada trabalhista Marcelise Azevedo, o caso não está no escopo da Justiça do Trabalho, por não se tratar de empregado contratado no regime da CLT ou de outra legislação trabalhista, mas, sim de um servidor público ocupante de cargo comissionado e não efetivo.

Com informações da CNN.

Redação

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.