Reservas hídricas do Rio Grande do Norte beiram a metade da capacidade

As reservas hídricas do Rio Grande do Norte tiveram novo aporte com as últimas chuvas e chegaram a 48,37% da sua capacidade total. O dado foi atualizado nessa segunda-feira (16), pelo Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn).

Os reservatórios acumularam mais  29 milhões e meio de metros cúbicos de água em relação à última semana. Atualmente, o total das reservas está em 2,1 bilhões de metros cúbicos, dos 4,3 bilhões da capacidade de armazenamento.
Maior reservatório do estado, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves acumula 1.355.200.266 m³, percentualmente, 57,11% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No relatório divulgado no dia 10 de maio, o manancial estava com 1.341.655.788 m³, equivalentes a 56,54% do total.
O segundo maior manancial do RN, Santa Cruz do Apodi, acumula 252.711.380 m³, correspondentes a 42,14% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. Este é o mesmo volume apresentado no relatório anterior. 
A barragem Umari, localizada em Upanema, acumula 200.955.783 m³, equivalentes a 68,63% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No dia 10 de maio, o reservatório estava com 192.916.519 m³, correspondentes a 65,88% da sua capacidade total. 
Atualmente, 7 açudes permanecem com 100% de suas capacidades, são eles: Santana (Gangorra), localizado em Rafael Fernandes; Flechas, localizado em José da Penha; o açude público de Marcelino Vieira; Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes; o açude público de Encanto; Beldroega, localizado em Paraú; e Pataxó, localizado em Ipanguaçu. 
O açude Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, continua recebendo águas e já acumula 9.933.333 m³, correspondentes a 99,33% da sua capacidade total, que é de 10 milhões de metros cúbicos. Na última terça-feira, 10 de maio, o reservatório estava com 8.083.333 m³, equivalentes a 80,83% da sua capacidade total. 
Já o açude Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz, que já sangrou nesta quadra chuvosa, acumula 9.520.968 m³, correspondentes a 99,13% da sua capacidade total, que é de 9.604.200 m³. Na data do último relatório divulgado, o manancial estava com 100% da sua capacidade. 
Outro reservatório que está recebendo águas é o Morcego, localizado em Campo Grande, que acumula 5.694.118 m³, equivalentes a 84,88% da sua capacidade total, que é de 6.708.331 m³. Na terça-feira da semana passada o manancial estava com 5.017.975 m³, percentualmente, 74,80% da sua capacidade total. 
A barragem de Pau dos Ferros acumula 35.435.874 m³, correspondentes a 64,61% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. Na última terça-feira, o reservatório estava com 32.274.911 m³, percentualmente, 58,85% da sua capacidade total. 
Para saber sobre os volumes de todas as barragens do Rio Grande do Norte, o cidadão pode acompanhar no site: http://sistemas.searh.rn.gov.br/monitoramentovolumetrico.
Situação das lagoas
A lagoa de Extremoz, responsável por parte do abastecimento da Zona Norte de Natal, acumula 9.854.622 m³, equivalentes a 89,43% da sua capacidade total, que é de 11.019.525 m³. No último relatório divulgado, a lagoa estava com 9.745.412 m³, equivalentes a 88,44% da sua capacidade total.
Já a lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 38.431.461, percentualmente, 45,61% da sua capacidade total, que é de 84.268.200 m³. No dia 10 de maio, a lagoa estava com 38.282.181 m³, equivalentes a 45,43% da sua capacidade total. 
A lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, está com 11.074.800 m³, que correspondem a 100% da sua capacidade. No relatório anterior, o manancial estava com 11.009.429 m³, equivalentes a 99,41% da sua capacidade.

Colaborador

Colaborador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.