Justiça federal decide que processo que condenou Henrique Alves a 8 anos de prisão deve começar do zero pela justiça eleitoral do RN

Aos poucos o ex-deputado Henrique Alves vai se livrando dos processos a que responde na lava jato. Dos 9, alguns já foram retirados e o único que tinha condenação ainda em primeiro grau, vai ter que começar do zero, já que a justiça federal entendeu que os crimes pelos quais Henrique e o também ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha respondiam na federal, tinham mesmo que ser tratados pela justiça eleitoral.

Com isso, Henrique se livra da única condenação da lava jato, ficando agora, nesse processo específico, nas mãos da justiça eleitoral do Rio Grande do Norte. Resta saber qual juiz vai ser sorteado para tocar o processo quando este chegar ao TRE e se ele vai entender, diante das provas colhidas pela justiça federal, se cabe começar tudo de novo.

No momento Henrique segue sem as condenações, mas respondendo ainda a outros processos da lava jato. Lembrando que a prisão de Henrique, no processo da operação Manus, (a que ele está se livrando é Sépsis) foi feita sem condenação. O ex-presidente da Câmara passou 11 meses detido sem ter sido condenado. Portanto, o processo ainda segue, como seguem outros, mas sem mais o clima que a lava jato criou e que deixava todos os envolvidos esperando todo santo dia a chegada da polícia federal em sua casa.Sobre elegibilidade, Henrique nunca chegou a ficar inelegível. Já poderia, como continua podendo, ser candidato. Por enquanto ele só não tem partido. Mesmo filiado ao MDB, a legenda segue firme para não acolher sua pretensa candidatura nas eleições do próximo ano.

Redação

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.