Nova Zelândia demite seu mago oficial

‘Bruxo’ de 88 anos ganhava mais de R$ 60 mil por ano, na cotação atual, em um contrato com a cidade de Christchurch. Apesar de ter se tornado um símbolo local, declaração recente gerou mal estar.

Autoridades neozelandesas encerraram o contrato que tinha com Ian Brackenbury Channell, de 88 anos, que tinha o cargo de Mago Oficial da Nova Zelândia. O rompimento, divulgado nesta sexta-feira (15) pelo jornal britânico “The Guardian”, encerra 23 anos de serviços do bruxo.

Channell era contratado pela cidade de Christchurch para promover a cidade por meio de “atos de bruxaria e outros serviços relacionados”. O mago ganhava, por ano, 16 mil dólares neozelandeses, valor que equivale a mais de R$ 61 mil reais.

O motivo do rompimento do contrato ainda é motivo de discórdia. Oficialmente, o conselho da cidade de Christchurch, que contratava o mago, disse apenas que decidiu encerrar a parceria. “Ele será sempre parte de nossa história”, disse o porta-voz Lynn McClelland, segundo o “Guardian”.

O mago, porém, dá outra versão: segundo ele, as autoridades decidiram demiti-lo porque ele não mais está “na vibe” da cidade por o bruxo ser um provocador.

G1

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *